ANC - Administração Análise de Custos

         

Terminologia Contábil Básica

Categoria: CONTABILIDADE DE CUSTOS
por Profa. Stefânia Quaresma M. B.
 

 

 

Terminologia Contábil Básica

 

A nomenclatura utilizada por Elizeu Martins é a seguinte, em contabilidade de custos:  

Gasto: compra de um produto ou serviço qualquer, que gera sacrifício financeiro para a entidade (desembolso), sacrifício esse representado por entrega ou promessa de entrega de ativos (normalmente dinheiro). Só existe gasto no ato da passagem para propriedade da empresa do bem ou serviço, ou seja, no momento em que existe o reconhecimento contábil da dívida assumida ou da redução do ativo dado em pagamento. Não se inclui, neste caso o custo de oportunidade ou os juros sobre o capital próprio, uma vez que estes não implicam a entrega de ativos.

Desembolso: pagamento resultante da aquisição de um bem ou serviço.

Investimento: gasto ativado em função de sua vida útil ou de benefícios atribuíveis a períodos futuros.

Custo: gasto relativo a bem utilizado na produção de outros bens.

Despesa: bem consumido direta ou indiretamente para obtenção de receitas. São itens que reduzem o Patrimônio Líquido e que têm essa característica de representar sacrifícios no processo de obtenção de receitas.

Perda: bem consumido de forma anormal e involuntária. São itens que vão diretamente a conta de resultado, mas não representam sacrifícios normais ou derivados de forma voluntária das atividades destinadas à receita.

Embora essa terminologia tenha sido criado para a indústria, muitas empresas de serviços a tem utilizado devido à similaridade das situações. A generalização dessa terminologia se deve à idéia de que as prestadoras de serviço produzem utilidades e, deste modo, possuem custos. São custos que se transformam imediatamente em despesas, sem que haja a fase de estocagem, como no caso da indústria de bens.

A palavra custo também significa o preço original de aquisição de qualquer bem ou serviço. Porém, em se tratando de Contabilidade de Custos, custo se refere apenas aos bens/serviços utilizados na produção de outros bens ou serviços afim de se obter receita.

 

Deste modo, a partir dos conceitos explicitados anteriormente, só será utilizado o termo custo para o gasto relativo a consumo na produção. Gastos destinados às fases de administração, esforço de vendas e financiamento serão denominados despesas

Custo e despesa não são sinônimos. A utilização de uma terminologia homogênea simplifica o entendimento e a comunicação. Como exposto acima, custo se refere a sacrifício na produção, salvo quando expressamente alertada a modificação da terminologia utilizada.

 

Exercício

 

Classificar os eventos a seguir em (I) Investimento, Custo (C), Despesa (D) ou Perda (P):

(  )      Compra de matéria-prima.

(  )      Consumo de energia.

(  )      Utilização de mão-de-obra.

(  )      Consumo de combustível.

(  )      Gastos com pessoal do faturamento.

(  )      Aquisição de máquinas.

(  )      Pagamento de honorários da administração.

(  )      Depreciação do prédio da empresa.

(  )      Utilização de matéria-prima.

(  )      Aquisição de embalagens.

(  )      Deterioração do estoque de matéria-prima devido à enchente.

(  )      Remuneração do tempo do pessoal em greve.

(  )      Geração de sucata no processo produtivo.

(  )      Gasto com desenvolvimento de novos produtos ou processos.

 

 

Respostas:

I, C/D, C, C/D, D, I, D, C/D, C, I, P, P, C, D.

Voltar

© 2004  - website desenvolvido pelos acadêmicos do 1º Ano Administração da Factef. 

Direitos reservados - Lançado em 18/06/2004    FUNDADORES: • Gilberto W. Dutra  • Willian B. Barreto  

Número de Visitantes: